ARTIGOS

Você está em - Home - Artigos - Ângulo facial frontomaxillary em trissomia 21 fetos de 16-24 semanas de gestação.

Ângulo facial frontomaxillary em trissomia 21 fetos de 16-24 semanas de gestação.

OBJETIVOS:
Para estabelecer uma escala normal para o frontomaxillary ângulo (FMF) facial em três dimensões ultra-sonografia (3D) e examinar o ângulo FMF em trissomia 21 fetos de 16-24 semanas de gestação.
MÉTODOS:
Foi medido o ângulo de FMF utilizando volumes em 3D do perfil fetal obtido com o transdutor paralelo ao eixo longo do nariz e a 45 graus para o paladar, o qual tinha sido adquirida a partir de 150 fetos normais e 23 fetos com trissomia 21.
RESULTADOS:
No grupo normal não houve associação significativa entre o ângulo FMF e idade gestacional, o ângulo FMF média foi de 83,9 graus (variação de 76,9-90,2 graus) ea 95 percentil (th) foi de 88,5 graus. Em 15 (65,2%) dos fetos com trissomia 21 o ângulo de FMF foi maior do que 88,5 graus. Estudos demonstraram que a reprodutibilidade em 95% dos casos, a diferença entre duas medições de ângulo de FMF pelo mesmo operador e operadores diferentes foi inferior a 5 graus.
CONCLUSÕES:
Na maioria no segundo trimestre de fetos com trissomia 21 o ângulo de FMF é aumentada.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed?term=Frontomaxillary%20facial%20angle%20in%20trisomy%2021%20fetuses%20at%2016-24%20weeks%20of%20gestation

VEJA TAMBÉM:



Texto Original

OBJECTIVES:
To establish a normal range for the frontomaxillary facial (FMF) angle by three-dimensional (3D) ultrasound imaging and to examine the FMF angle in trisomy 21 fetuses at 16-24 weeks of gestation.
METHODS:
We measured the FMF angle using 3D volumes of the fetal profile obtained with the transducer parallel to the long axis of the nose and at 45 degrees to the palate, which had been acquired from 150 normal fetuses and 23 fetuses with trisomy 21.
RESULTS:
In the normal group there was no significant association between the FMF angle and gestational age; the mean FMF angle was 83.9 degrees (range, 76.9-90.2 degrees ) and the 95(th) centile was 88.5 degrees . In 15 (65.2%) of the fetuses with trisomy 21 the FMF angle was greater than 88.5 degrees . Repeatability studies demonstrated that in 95% of cases the difference between two measurements of FMF angle by the same operator and different operators was less than 5 degrees .
CONCLUSIONS:
In the majority of second-trimester fetuses with trisomy 21 the FMF angle is increased.

VEJA TAMBÉM: