ARTIGOS

Você está em - Home - Artigos - Rastreio de aneuploidias fetais em 11 a 13 semanas.

Rastreio de aneuploidias fetais em 11 a 13 semanas.

Rastreio eficaz para aneuploidias principais podem ser fornecido no primeiro trimestre de gravidez. Triagem por uma combinação de TN fetal e materna gonadotrofina livre-β-soro humano coriónica e gravidez associada plasma proteína-A pode identificar cerca de 90% dos fetos com trissomia 21 e outras aneuploidias importantes para uma taxa de falsos positivos de 5%. A melhora do desempenho no primeiro trimestre de triagem pode ser alcançada, em primeiro lugar a inclusão, na avaliação ultra-sonografia do osso nasal e do fluxo no duto venoso, da artéria hepática e através da válvula tricúspide, e em segundo lugar, a realização do teste bioquímico, às 9 a 10 semanas e da ecografia às 12 semanas.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21210475

VEJA TAMBÉM:



Texto Original

Effective screening for major aneuploidies can be provided in the first trimester of pregnancy.Screening by a combination of fetal nuchal translucency and maternal serum free-β-human chorionic gonadotrophin and pregnancy-associated plasma protein-A can identify about 90% of fetuses with trisomy 21 and other major aneuploidies for a false-positive rate of 5%.Improvement in the performance of first-trimester screening can be achieved by firstly, inclusion in the ultrasound examination assessment of the nasal bone and flow in the ductus venosus, hepatic artery and across the tricuspid valve, and secondly, carrying out the biochemical test at 9 to 10 weeks and the ultrasound scan at 12 weeks.

VEJA TAMBÉM: