ARTIGOS

Você está em - Home - Artigos - No primeiro trimestre de Down síndrome de triagem: o conhecimento de mulheres grávidas.

No primeiro trimestre de Down síndrome de triagem: o conhecimento de mulheres grávidas.

O objetivo principal deste estudo foi avaliar o conhecimento de gestantes no primeiro trimestre de combinados de Down síndrome de triagem em um cenário de consentimento informado requerido. Como o objetivo secundário, queremos identificar as diferenças relevantes em nível de conhecimento entre os subgrupos de mulheres grávidas, incluindo aqueles informados de maneiras diferentes sobre exames pré-natais.
Os dados resultam de um estudo de questionário de base populacional de corte transversal incluindo 15 questões de múltipla escolha que avaliam o conhecimento de diferentes aspectos da triagem. Foram incluídas no primeiro trimestre de 6427 mulheres grávidas de três departamentos dinamarqueses obstétricas que oferecem triagem pré-natal gratuito. Ambos os participantes e não participantes do programa de triagem foram incluídos. Os resultados baseiam-se em 4095 respondedores (64%). Diferenças entre os subgrupos foram analisados ​​utilizando o teste qui-quadrado e análise de regressão logística. As estimativas são apresentadas com IC 95%.
A maioria dos participantes (87,6 (86,6-88,6) para 92,6% (91,7-93,3)%) identificaram corretamente o conceito de teste e a principal condição para ser exibido. Menor número de participantes (16,4 (15,3-17,6) para 43,3% (41,8-44,8)%) acurácia do teste reconhecido corretamente e ao risco potencial de resultados adversos que não a síndrome de Down. Nível de conhecimento foi positivamente associado com o tempo de escolaridade (OR ajustado de 1,0 (0,8-1,4) e 3,9 (2,4-6,4)) e participação no programa de triagem (OR ajustado de 0,9 (0,6-1,3) e 5,9 (3,9-8,8)). Participação em uma sessão de informação individual foi fracamente associada com mais conhecimento.
A maioria das mulheres grávidas identificou correctamente o conceito de teste e sendo a principal condição rastreados para. As gestantes foram encontrados com menor conhecimento sobre a acurácia do teste e desvantagens.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20878670

VEJA TAMBÉM:



Texto Original

The primary aim of this study was to assess pregnant women's knowledge of first-trimester combined Down syndrome screening in a setting of required informed consent.As the secondary aim, we wanted to identify relevant differences in knowledge level among subgroups of pregnant women, including those informed in different ways about prenatal examinations.
Data stem from a population-based cross-sectional questionnaire study including 15 multiple-choice questions assessing knowledge of different aspects of screening.Included were 6427 first-trimester pregnant women from three Danish obstetric departments offering prenatal screening free of charge.Both participants and non-participants in the screening program were included.The results are based on 4095 responders (64%)Differences between subgroups were examined using chi-squared tests and logistic regression analysis.Estimates are stated with 95% CI.
The majority of the participants (87.6 (86.6-88.6)% to 92.6 (91.7-93.3)%) correctly identified the test concept and the main condition being screened for.Fewer participants (16.4 (15.3-17.6)% to 43.3 (41.8-44.8)%) correctly recognized test accuracy and the potential risk of adverse findings other than Down syndrome.Knowledge level was positively associated with length of education (adjusted ORs 1.0 (0.8-1.4) to 3.9 (2.4-6.4)) and participation in the screening program (adjusted OR 0.9 (0.6-1.3) to 5.9 (3.9-8.8)).
Participation in an individual information session was weakly associated with more knowledge.
The majority of the pregnant women correctly identified the test concept and the main condition being screened for.The pregnant women were found less knowledgeable on test accuracy and drawbacks.

VEJA TAMBÉM: