ARTIGOS

Você está em - Home - Artigos - Segundo trimestre síndrome de Down maternal triagem marcador sérico: um estudo prospectivo de 11 040 gestações gemelares.

Segundo trimestre síndrome de Down maternal triagem marcador sérico: um estudo prospectivo de 11 040 gestações gemelares.

OBJETIVO:
Para analisar o valor da síndrome de Down (SD) segundo trimestre de triagem soro materno em grandes séries de gestações gemelares.
MÉTODOS:
Estudo prospectivo de no segundo trimestre marcadores séricos maternos [alfa-fetoproteína (AFP) e gonadotrofina beta-humano livre coriônica (beta-hCG)] em 11.040 gestações de gêmeos, dos quais 27 eram trissomia 21 afetado. Comparação com 64.815 gestações únicas, dos quais 86 eram trissomia 21 afetado. Os marcadores foram expressos em múltiplos da mediana (MoM) corrigido por um coeficiente previamente definido (2,1 para AFP e 2,07 ou 2,16 para beta-hCG livre, ou dicoriônicas monocoriônicas, respectivamente).
RESULTADOS:
Trissomia 21 foi de frequência 1/649 para gêmeos e 1/754 em singletons (NS). A taxa média de detecção foi de 63% (71% em ambos os gêmeos foram afetados e 60% ​​quando um foi afetado), contra 74,4% em singletons. Falso-positivos foram de 10,8% em gêmeos versus 10,3% em singletons (NS). Não houve diferenças significativas no MoM AFP e livres de beta-hCG valores foram observados entre gemelares e únicos (0,92 e 0,78 para a AFP e 1,54 e 2,68 para livre beta-hCG, respectivamente).
CONCLUSÃO:
O estudo demonstra que no segundo trimestre DS triagem marcador sérico materno pode ser realizado em gravidezes individuais.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=%22Second-trimester+Down+syndrome+maternal+serum+marker+screening%3A+a+prospective+study+of+11+040+twin+pregnancies.%22

VEJA TAMBÉM:



Texto Original

OBJECTIVE:
To analyze the value of Down syndrome (DS) second-trimester maternal serum screening in large series of twin pregnancies.
METHODS:
Prospective study of second-trimester maternal serum markers [alpha fetoprotein (AFP) and free beta-human chorionic gonadotrophin (beta-hCG)] in 11,040 twin pregnancies, 27 of which were trisomy 21-affected. Comparison with 64,815 singleton pregnancies, of which 86 were trisomy 21-affected. Markers were expressed in multiple of median (MoM) corrected by a previously defined coefficient (2.1 for AFP and 2.07 or 2.16 for free beta-hCG, dichorionic or monochorionic, respectively).
RESULTS:
Trisomy 21 frequency was 1/649 for twins and 1/754 in singletons (NS). Mean detection rate was 63% (71% when both twins were affected and 60% when one was affected), versus 74.4% in singletons. False-positive rates were 10.8% in twins versus 10.3% in singletons (NS). No significant differences in MoM AFP and free beta-hCG values were noted between twins and singletons (0.92 and 0.78 for AFP and 1.54 and 2.68 for free beta-hCG, respectively).
CONCLUSION:
Our study demonstrates that second-trimester DS maternal serum marker screening can be performed in twin pregnancies.

VEJA TAMBÉM: